Os artigos assinalados como Voz do Libertário são da exclusividade dos militantes da associação Partido Libertário e refletem a opinião pessoal dos respectivos autores.

Select Page

Nova oleada de gnosticismo

“ISN’T the only hope for the planet that the
industrialized civilizations collapse?
Isn’t it our responsibility to bring that about?” – Maurice Strong. O pai da farsa do aquecimento global também pretendia um “grande reset”, tantas vezes hoje em dia repetido por personagens com perfil semelhante a Maurice Strong, mas agora, aproveitando a falsa pandemia.
Maurice Strong membro de várias seitas, maçom grau 33 , Temple of Understanding…

Os altos graus da maçonaria seguem uma nova oleada de gnosticismo, agora com panteísmo, pretendem instalar o paraíso na terra. Sempre a mesma corrente filosófica com nomes diferentes.

O pai do aquecimento global, também fundou a carta da terra com a ajuda de Gorbachev, com a queda do muro de berlim a propaganda do proletariado perdeu credibilidade, a realidade assim o demonstrava, com um sistema de maior livre mercado a República Federal da Alemanha (RFA/Alemanha Ocidental /menos socialista) obteve maior crescimento económico, mais amplas liberdades e aqueles trabalhadores que ainda acreditassem na propaganda da ditadura do proletariedo era-lhes sugerido que saltassem o muro para a República Democrática Alemã (RDA/Alemanha Oriental, comunista), quando o sentido era outro, eram os Alemães Orientais que queriam fugir do comunismo com indíces enormes de pobreza, ainda hoje não há jangadas de Miami para Cuba, mas o contrário, Jangadas de Cuba para Miami. As falácias do socialismo ficaram evidentes, obrigou a uma nova roupagem do comunismo, do proletariado para o clima e o ecoterrorismo, no comunismo há sempre terrorismo, apenas mudou de vermelho para verde.

“O perfil dos políticos que sustentam estas pautas, sempre que estão no poder financiam estas entidades.”

Gorbachev na carta da terra propõe uma nova ética/religião, pasme-se, a substituição dos Dez Mandamentos pela visão panteísta/neopagã da carta da terra. A maçonaria promoveu e promove esta visão do mundo, os maçons que rejeitam “a coleira dos dogmas” são os mesmos que seguem as landmarks das constituições de Anderson? Tudo é relativo menos que tudo é relativo. Um mar de contradições.
E já agora a talhe de foice, porque haveríamos de substituir os Dez Mandamentos? Qual é a parte que incomoda? A ciência não aceita superpopulação do planeta, a ciência também não chegou a nenhuma conclusão de que as alterações climáticas são de origem antropológica. Mesmo na visão cientifista nada condiz com a realidade…Não pode ser só o conceito abraâmico da terra, afinal nenhum destes seus proponentes abdica dos seus aviões Falcon em Davos.

“É um socialismo fabiano, a engenharia social de longo prazo, sustentam e promovem a eugenia, é o seu principal objectivo “discreto”.”

Tenho de alertar, nada é mais do que um projecto de poder, dominar pelo medo, controlando o quarto poder, praticando censura pelo meio nas plataformas globais, dominar e pela ignorância e pela sonegação de conteúdos, abolindo o contraditório, através de uma rede de multinacionais em monopólio ou em perseguição do mesmo, com organizações supranacionais, que aos poucos transferem soberania pela porta das traseiras.

Os políticos na sua maioria, no ocidente, são seduzidos e incentivados a cooperar, os que aderem têm grandes recompensas, com assentos dourados, na teoria, na prática as contribuições para a ONU já são uma formalidade do governo mundial, um poder na sombra, vulgo Nova Ordem Mundial.
Sem terem de prestar contas aos povos, utilizam o covid-19 e o clima, duas escusas maravilhosas para instalar o socialismo e governança global, algo inédito no mundo, o socialismo é a ideologia política que permite mascarar segundas intenções, a falsa bandeira colectivista do bem comum.

O perfil dos políticos que sustentam estas pautas, sempre que estão no poder financiam estas entidades. É um socialismo fabiano, a engenharia social de longo prazo, sustentam e promovem a eugenia, é o seu principal objectivo “discreto”.
Reduzir a população mundial, uma obsessão satânica, criminosa, sem qualquer respaldo na ciência, os seus principais promotores com uma redução da população, caso a consigam, têm como consequência uma maior concentração de riqueza e lucros avultados principalmente no negócio farmacêutico.

Estas personagens seguem financiando os movimentos e as instituições com intuito de “incendiar” a américa latina, um povo cristão e algumas constituições são entraves ao negócio das elites, no médio oriente a primavera árabe não foi obra do acaso e de insatisfação do povo, foi uma obra de Soros, dos seus lacaios, da família Clinton e do Obama grau 33 da maçonaria, com marca sincrética, relativista, laicista, secular, a agenda do aborto, a eutanánia, as vacinas, com a corrupção da linguagem sempre presente, “saúde reprodutiva”, “direitos da mulher”…as ONGs são as outras entidades fachada, servem os interesses de quem a financia, Soros, Bill Gates, Turner, Buffett, Jeff Bezos, repetidamente apelidadas como as representantes do povo, uma forma subtil de tentar legitimar o poder e o neototalitarismo do pós-modernismo, demasiado incongruente nestes tempos sombrios em que se anuncia a morte de Deus, do direito divino dos reis no absolutismo, da raça raça/nação com o nacional socialismo de Hitler/Mussolini, ou o proletariado do comunismo…

O populismo da agenda é hoje global, as bandeiras são o covid-19 e as alterações climáticas.

Texto originalmente publicado em https://medium.com/@gagocoutinho/nova-oleada-de-gnosticismo-f1577612270a

Entrada Anterior

Entrada Seguinte

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pin It on Pinterest